Resenha: Metrópole dos Cães (★★★★)



Olá pessoal, tudo bem com vocês?? Primeiro eu gostaria de me desculpar pelo sumiço, agora os dias estão contados para os vestibulares começarem... Então está uma CORRERIA e eu super acumulei livros pra ler, mas se tudo der certo, agora vai!!

Hoje tem uma resenha nova de um livro cujo o autor é Nacional e entro em contato com o blog para enviá-lo ♥ vamos lá?

Título: Metrópole dos Cães

Autora: Leandro Ditzel

Editora: All Print editora

Páginas: 111

Classificação: (★★)


Por mais que o livro se passe em 2007 e foi publicado em 2009, é algo extremamente recorrente nos dias de hoje (2015) e um problema que provavelmente persista por alguns anos caso nós não saibamos lidar. O principal tema é a sustentabilidade, a preocupação com o mundo em que vivemos e com o ecossistema em um todo.

Todo um universo onde cães vivem como humanos, a universidade se chama "Unicão", a cidade "Caninolândia", a lanchonete "Gula dos Cães" e o país "Brasicãolândia" foi criado para se desenvolver esse enredo.



A história é narrada em terceira pessoa e se desenvolve a partir de uma metrópole que possui diversos problemas ambientais. Principalmente o consumismo em excesso que acaba gerando muito mais lixo e demanda por coisas novas que indiretamente causa diversos problemas que vamos descobrindo no decorrer dessa aventura. Um dos professores da Unicão possui uma postura exemplar perante o nosso planeta, coisa que ele tenta transmitir para os seus alunos através de um passeio no shopping e uma avaliação do comportamento de cada aluno.
Os moradores da cidade percebem uma mudança no tempo. Tudo está mais seco, alguns fenômenos que nunca aconteceram antes e principalmente problemas respiratórios. Por conta disso, eles resolvem ir em busca do que pode estar causando essas sérias mudanças que tanto os prejudicam, e assim embarcam em uma perigosa, misteriosa e surpreendente busca na floresta próxima a cidade.

A união é a melhor maneira de alcançarmos uma objetivo. Não podemos seguir em frente enquanto um de nossos membros estiver para trás. 

Durante a busca pela causa dos problemas, acompanhamos uma jornada de dificuldades, desafios e problemas muito comuns na nossa sociedade. Vemos o valor da união e percebemos que uma simples atitude pode afetar diversos animais de um ecossistema.
O livro nos prende e queremos logo saber a conclusão de todo o esforço e a luta por um país melhor. As 111 páginas foram escritas sem nenhuma enrolação e na medida certa.



Durante a leitura ficamos com um ponto de interrogação na nossa cabeça. Os problemas impostos nos fazem avaliar o nosso comportamento que muitas vezes de tão normal, acabamos achando que está certo. Quando jogamos o lixo no lixo ficamos com a consciência limpa certo? Ué, fizemos a nossa parte de descartá-lo no local apropriado... Mas poucas vezes pensamos para onde ele vai depois e o quanto do mesmo produzimos. Será que todo o descarte que fazemos é necessário? Todas as compras? Bom, vou parar por aqui pois essa discussão vai loooonge né... e nós muitas vezes sabemos da resposta, mas pouco fazemos para aceitá-la.



Não sei se essa foi realmente a intenção do autor, mas diversas vezes me parecia que os cães tomavam uma postura de humanos perante a história, não emocionalmente, mas fisicamente. A coisa que realmente imperou dos cachorros foi a pureza e a simplicidade que eles têm. Como se o autor quisesse nos sensibilizar das nossas atitudes através do olhar de um animal tão simples e puro que nós tanto amamos e até muitas vezes idolatramos, o cachorro. E pode ter certeza que se esse foi o objetivo, ele alcançou!



Gostei bastante do livro. Encontrei apenas um erro e uma confusão de conceitos entre clima e tempo, mas nada disso interferiu na leitura! Acho que algumas escolas deveriam agregar essa leitura como obrigatória em algum ano, afinal o livro discute ideias importantes, da uma consciência geral de mundo e é uma leitura bem rápida e fluída, coisa que poderia despertar o gosto pela leitura em algumas crianças/jovens. É um livro que todos deveríamos ler, pelo menos uma vez na vida.

Com certeza será uma das minhas citações em alguma proposta de redação para vestibular e principalmente para o ENEM hehehe

O consumismo nos dar uma falsa usando satisfação que não dura mais do que poucos dias. O consumista compra hoje E amanhã já pensa em um produto que substitua que ele que comprou ontem.


XOXO

4 comentários:

  1. Muito lindinha essa capa! E adorei a história do livro

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Ainda não li nenhum livro onde o tema é cachorro, mas estou bastante curiosa com esse.
    Gosto de livros que passam uma mensagem e esse com certeza passa.
    Adorei sua resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Essa relação de consumismo, de acordo com o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, ele não se aplica apenas a objetos como celulares, roupas, etc. Na nossa geração as pessoas também viraram objetos a serem consumidos e descartados. Li o livro dele chamado "Amor Líquido", que por sinal já resenhei no blog, é muito bom, mas aí no caso seria uma leitura mais universitária. Deixa metrópole dos cães pro colegial mesmo como se fosse uma forma de preparar o terreno.

    ResponderExcluir
  4. Olá, como vai?

    Adoro narrativas com animais, e apesar de preferir gatinhos, gostei da criatividade do autor deste livro. As fotos ficaram fofas.

    Abraços.
    Book Effect ✎

    ResponderExcluir