Resenha: Alice e as Armadilhas do Outro Lado do Espelho (★★★★★)

Olá leitores, tudo bem com vocês?? Finalmente voltei na ativa com as resenhas!! Estava tudo atrasado mas a organização não passará desse mês. Então se preparem pra resenha todas as semanas novamente <33


Eu estava muito ansiosa pra ler a continuação. Alice no país das Armadilhas me surpreendeu bastante, e positivamente. Se você ainda não viu a resenha do primeiro, pode conferir clicando AQUI

Título: Alice do Outro Lado do Espelho
Autor(a): Mainak Dhar
Editora: Única
Páginas: 254
Classificação: ()


Do outro lado do espelho se passa dois anos após o fim do primeiro. A cidade (sim, já virou praticamente uma cidade) está crescendo e encontrou um momento de paz. É claro que as fiscalizações pra ficar de olho na Guarda Vermelha ainda continuam, mas o povo já está mais tranquilo e estão até procurando voltar as suas antigas vidas - antes da insurreição.



O primeiro colégio é inaugurado e, no primeiro dia de aula, um desastre acontece: um ataque de mordedores acaba com a vida de várias crianças. A população se revolta e segue para a reserva de mordedores (onde eles são enjaulados - no antigo zoológico) com o intuito de matá-los. A paz entre pessoas e mordedores havia acabado.

Alice, desconfiada do ocorrido, corre até a reserva e fala para os mordedores fugirem. Isso só aumenta a desconfiança da população. Mas a garota percebe que os mordedores que atacaram não eram iguai aos "seus". Porém, a sociedade não a escutaria em meio a raiva.



Some-se a isso o desejo por poder de um antigo político que aproveita a brecha pra pedir eleições, afinal a população já estava se esquecendo do que era estar em guerra e queriam a volta da democracia.

Pode ser maravilhoso viver numa sociedade em paz, mas apenas se o povo nunca se esquecer como se faz uma guerra, caso ainda tenha de lutar.

Os Estados Unidos ainda estão em guerra, mas conseguem uma forma de se comunicar com o atual País das Maravilhas. Alice é obrigada a fugir até a poeira abaixar e acaba descobrindo muitas coisas que estão por trás. Um acordo com a Guarda Vermelha é travado e as pessoas começam a receber benefícios em troca da própria liberdade.



Bom, já falei demais sobre o enredo, mas preciso parabenizar toda a estrutura. Apesar de ser uma distopia, não podemos deixar de observar a grande atualidade contida na história. A luta pelo poder, o domínio pela mídia, ditaduras, democracias, ganância, interesses, e várias outras coisas são colocadas em xeque. Nos fazendo refletir sobre o nosso próprio conceito de civilização e constituição.



O livro é narrado em terceira pessoa, e, como vocês sabem, eu prefiro em primeira pessoa pois geralmente as leituras em terceira não rendem pra mim. Mas isso não foi problema dessa vez! E ainda tenho que admitir que assim foi muito melhor, pois podemos entender o lado de Chen, da Guarda Vermelha, de Arjun, o antigo e, agora, atual político, e de outras personagens.

Comissário, você articula tramoias nos escritórios, fingindo que o mundo é um tabuleiro de xadrez e que as pessoas são peõs que podem ser movidos de um lugar para outro, mas tenho uma noticia pra lhe dar. Na vida real, comissário, esses peões sangram e morrem e, um dia, esse mar de sangue vai chegar até você e até os outros velhos monstros do Comitê Central. 

Com certeza eu recomendo ♥ é atual, rápido, divertido, cativante e reflexivo. Adoro sair da minha zona de conforto (romances) e me identificar realmente com outros gêneros e livros! Então mesmo se essa não por a sua praia, dê uma chance que é sucesso na certa!

Ah, e se você gosta de dar uma pirada, dá pra viajar um pouco e ligar a China - com a guarda vermelha-, e os Estados unidos em uma referência à Guerra Fria e coisas parecidas.



Por último vou ligar alguns pontos do livro com o livro da Alice através do espelho! O tabuleiro de xadrez foi utilizado, não sei se foi proposital, ou não, mas achei uma referência super bem colocada. E o espelho é utilizado como o único mecanismo que se tem pra fazer contato com o mundo de fora. Mais ou menos como é usado no livro original, só que, claro, com uma pegada mais forte.

Espero que tenham gostado ♥
XOXO

Me acompanhe: Instagram ♥ Facebook ♥ Canal ♥ Instagram do blog ♥ Snap: Nati_chanoski




Nenhum comentário:

Postar um comentário