Resenha: Panelaterapia - receitas para fazer da cozinha o seu divã (★★★★★)


Bom dia, pessoal!

Nesse dia de feriado nacional, preparei uma resenha que é diferente de tudo o que vocês já viram por aqui... É a primeira resenha de livro de receita aqui do blog!

Título:  Panelaterapia - receitas para fazer da cozinha o seu divã
Autor: Tatiana Romano
Editora: Belas Letras
Páginas: 133
Classificação: (★★★)


O  livro foi recebido em parceria com a editora Belas-Letras e logo de cara me chamou atenção por causa da sua proposta diferenciada: a cozinha vira uma espécie de divã de psicólogo. Como assim, Natasha? Sim, isso mesmo! As receitas são divididas em 4 categorias: raiva, tristeza, medo e alegria. São receitas pra você fazer quando estiver com um desses sentimentos mais aflorados.



Já no início do livro a autora nos conta um pouco melhor da sua trajetória e de como esse livro surgiu. A Tatiana é forma em psicologia e sempre teve uma vida SUPER corrida. Quando conseguiu ter um dia livre, o domingo, ela aproveitava pra fazer algumas tarefas de casa pela manhã e, durante à tarde, se dedicava à culinária.

Conforme a vida foi seguindo e tomando o seu rumo, o blog surgiu e começou a tomar cada vez um espaço maior na vida dela. Foi no meio de tudo isso, refletindo sobre as emoções que a cozinha consegue lhe causar, que surgiu a proposta desse livro. A autora também deixa claro que a classificação escolhida foi feita muito mais pelo feeling de cozinheira do que por técnicas e conceitos colunários.

Agora que já está tudo devidamente explicado, vamos conhecer um pouco mais sobre as receitas que o livro nos apresenta!



Como eu não sou a maior expert na culinária - muito menos com técnicas e coisas clássicas -, vou comentar de forma bem direta sobre cada parte.

No inicio de cada parte do livro, encontramos um texto sobre aquele determinado sentimento, explicando melhor cada um deles, dando exemplos e explicando melhor qual é a proposta com aquelas receitas.

Raiva:

o objetivo nessa parte foi juntar algumas receitas que possuem um movimento repetitivo que, de acordo com a autora, é perfeito para proporcionar momentos de reflexão quando se está com essa emoção. Achei que tudo casou muito bem, principalmente porque sovar um pão ou mexer loucamente uma polenta também da uma aliviada na alma hehe

A maioria das receitas dessa parte são salgados, como por exemplo diversos tipos de risoto, pão de calabresa, polenta cremosa com molho de frango, entre outros.



Tristeza:

Um dos critérios utilizados nessa seleção é levantar o astral. Na maioria das vezes, quando esse sentimento bate, perdemos até a vontade de comer e de principalmente preparar algo. Então são receitas que também possuem uma preparação divertida e contém ingredientes que melhoram a instabilidade emocional.

Como já deveríamos prever, a maior parte dessa seleção é doce. Encontramos mousse, bolo, tortas, cookies e até algumas bebidas (refrigerante caseiro de gengibre e dois sucos), entre outros.

Medo:

Esse capítulo nasce mais como um desafio. Na introdução a autora nos fala um pouco sobre alguns medos até na culinária, como por exemplo o medo de que uma panela de pressão exploda ou de um pudim desmoronar quando for desformado - e ela acertou em cheio, medos bem comuns, não é mesmo?! Então encontramos receitas mais desafiadoras que estão aí para que nós nos superemos.

As receitas apresentadas são mais diferenciadas, como por exemplo um pudim de milho verde, costelinha de porco com laranja e mel, pudim light de laranjo e até um ovo "frito"sem óleo.

Alegria:

Essa seleção nos trazem receitas separadas para os pequenos momentos, como a autora dá de exemplo, um almoço de domingo, um drink no fim do dia ou um jantar romântico. Pequenas coisas que fazem a vida valer à pena!

Algumas receitas apresentadas: massa de pizza fácil, batatas picantes, bolinho de canela e pudim de leite condensado.


Todas as receitas foram ilustradas com foto. Recomendo esse livro pra quem tem interesse em culinária, ele traz uma proposta bem diferente e com receitas ótimas e gostosas. Além de ter algumas super fáceis e outras mais complexas. Acredito que ele abrange um grande número de cozinheiras, desde as mais iniciantes até as que já estão há algum tempo no ramo! 



A edição está super maravilhosa, como sempre, a editora caprichou muito no resultado final. É capa dura e no final temos um espaço de anotação para cada uma das 4 partes do livro :)


Quem aí já conhecia o blog panelaterapia ou já ouviu falar do livro? Vocês costumam cozinhar??

Espero que tenham gostado
XOXO


Me acompanhe: Instagram ♥ Facebook ♥ Canal ♥ Instagram Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário