SRD ou Basset?!

| |


Todo mundo já estava ciente de que isso poderia acontecer... não é como se você já não tivesse nos dado alguns sustos durante a nossa vida. Foram alguns os momentos em que saíamos correndo com você para o veterinário, foram algumas as cirurgias e algumas as recuperações. Depois, a idade chegou e a gente já sabe o curso natural das coisas.

Acho que isso é o mais curioso... Por mais que já estivéssemos conscientes, parece que nunca estamos preparados. Foi e não foi uma surpresa, foi e não foi algo esperado, mas se tem uma coisa que só não foi, é algo fácil.




Eu ainda lembro do horário do seu remédio, eu ainda me preocupo com a hora que tenho que voltar pra casa pra garantir que você esteja coberta na hora mais fria do dia, eu ainda penso que tenho que te dar banho na manhã de sábado e ainda lembro repentinamente de te dar ração, eu ainda penso em você com a sobra da comida no prato, eu ainda quero te dar oi quando chego em casa e, principalmente, quero o seu consolo quando estou triste.

Eu sempre me expressei melhor com palavras, mas parece que nem elas conseguem traduzir o que se passa aqui dentro. Você sempre foi quem nos transbordava e agora deixou um vazio. Um vazio na casa, no coração, na bagunça e até no ar - não tem mais aquele cheiro e nem os latidos característicos.

Sim, esse texto está triste, mas é assim agora. Prometo que estou me esforçando pra manter aquela alegria que você me causava aqui dentro. E não vou negar que eu me sinto extremamente grata, feliz e sortuda por ter sido escolhida como a sua dona. E foi uma série de acontecimentos que ocasionou isso: uma criança passeando com um cachorro preto na rua, alguém que recomendou ter um cachorrinho novamente, um cliente que tinha filhotinhos baratinhos e uma única cadela preta entre tantos marrons e malhados.



Obrigada por todo o consolo, obrigada pelos sorrisos, obrigada por me fazer pagar mico quando passeava com você, obrigada por ter ficado descontroladamente mimada com a idade, obrigada por me ensinar tantas coisas, obrigada por me mostrar um pouco da sua visão do mundo, obrigada por ter crescido comigo, obrigada por ter permitido que ficássemos ao seu lado até o seu último segundo, obrigada pelos abraços, obrigada por essa relação de mãe/filha/irmã e por mais outras milhares coisas. Até por todos aqueles xixis fedorentíssimos fora do local correto - que eu nem ligava mais de limpar.

E eu sei que ainda vou lembrar de você com os 15 minutos a mais que vou poder dormir todos os dias, quando chegar em casa cedo pensando que vai dar pra sair pra passear, quando ouvir seu nome por aí, quando ver sua raça, sua cor ou qualquer outra coisa que me remeta a você, ou, simplesmente, quando você me vier à mente. Mas eu vou estar extremamente grata por esses 13 anos que você me acompanhou e me ensinou coisas que eu jamais aprenderia em outros lugares. Ah, e você sabe né, te amo infinitamente!

Para a cadela mais sensacional desse mundinho, Lilica <3


Um comentário:

  1. Texto maravilhoso para uma cadelinha maravilhosa! Que saudades 😰...nossa foquinha linda vai estar sempre em nossos corações ❤️❤️❤️❤️

    ResponderExcluir